dicionário de etimologia médico online que pesquisa e sugere à medida que escreve

Cripta

Etimologia e origem de Cripta

Do latim Crypta, gruta, galeria subterrânea e do grego Kriptós, escondido, enterrado.
A palavra foi introduzida pelo anatomista Frances Charles Estiennen para nomear as pequenas depressões onde as glândulas mucosas e sebáceas se abriam.
Na Roma antiga, dava nome a um edifício abobadado abaixo do nível do chão.
Os primeiros cristãos, perseguidos pelos romanos, escavavam galerias para praticarem seus rituais proibidos por lei.
Chamavam-nas de catacumbas do grego Katá, para baixo e Kumo, abrigar-se, proteger-se.
Na idade média, os constantes ataques ás ricas igrejas fez ressuscitar o antigo costume cristão e quase todas mantinham uma câmara ou galeria subterrânea, sob o altar ou um santuário, para guarda dos tesouros e das relíquias dos santos.
Nas épocas de perseguições religiosas eram também utilizadas como capela de oração e até mesmo com cemitério para os crentes.